Um mesmo "eu"



Quando eu descobri a minha sexualidade, desvendei uma parte importante daquele que sou.
Quando deixei de ter medo da minha sexualidade, sorri de maneira diferente, de uma forma mais pura.
Quando aceitei a minha sexualidade passei a respeitar-me verdadeiramente.
E enquanto o mundo vai julgando sobre os seus próprios fantasmas, eu rejubilo na alegria de os ver enlouquecer. Sou incómodo, sou intrigante, sou amado e detestado. Porque na minha caminhada continuo a erguer vitórias e a somar derrotas. Porque sou ser humano, porque gosto de o ser. E, para muitos, isso não era suposto...
Qual é a felicidade possível para quem não se respeita, para quem não gosta daquele que vê no espelho e sente na pele? O mundo vai tentando, vai julgando, vai-se sufocando. Mas eu rio... porque não tenho com que chorar. E tento com as nuvens pintar um horizonte onde só se lê uma palavra: liberdade.


Vamos ver quantos serão corajosos e esclarecidos para comentar... xD


13 comentários:

Prima MaR disse...

Cá estou eu, mais rápida que a própria sombra :)
Coragem, personalidade...enfim, és uma PESSOA especial, não importa qual a sexualidade. Nunca me importou.
Adoro-te***

MaR

Paulo disse...

com certeza serão muitas as pessoas a comentar! porque gostam de ti independentemente da sexualidade. nunca esquecerei existem tantas sexualidades quantos seres humanos porque todos somos diferentes e com "tique", idiossincrasias muito nossas. existem rótulos desnecessários. e noto outra coisa: o modo positivo como falas de ti! é assim mesmo. até fico orgulhoso de ti e tudo :)

um grande abraço pela sinceridade, pelo tom positivo e por contrariares as probabilidades

LP disse...

Corajosas não somos nós ao comentar, és tu porque não tens medo dos comentários e olhares repressores!

Parabéns!

Gostei do texto, da coragem e da força!

Beijinhos

JS disse...

É tão bom ser livre!!!!

Nem todos a disfrutam da mesma maneira, mas há momentos em que temos consciencia do valor da liberdade.

Um abraço e ainda bem que és tão lucido e inteligente. Gosto de ti como tudo e tu sabes disso.

Marilena' disse...

O que é que interessa qual a personalidade de uma pessoa ? Não é isso que a define, não é isso que faz de nos uma pessoa melhor ou pior que as outras ! Conheço homossexuais que sao pessoas fantasticas, isso nao tem rigorosamente nada a ver !
São diferentes ? Não, nao sao. Sao como nós, apenas com interesses diferentes !
Hey, perconceito, é isso que esta sociedade de merda nao consegue deixar de lado : PERCONCEITO !
Coisa tao feia *

Seja qual for a tua orientação sexual, fico feliz por te sentires bem contigo ;)

Beijinho *

Alguém disse...

Ora essa! Nós vimos cá porque gostamos! :-)

Posso não vir cá com regularidade mas quando venho gosto da sinceridade da tua escrita! :-) Fossem todos assim... :-)

beijinhooo

Rita disse...

É assim mesmo :) parabéns pela coragem (porque na nossa sociedade é realmente necessária!)

beijinho

pinguim disse...

Eu estou como disse o Paulo. Acho que deviam vir todos os teus amigos e amigas, felicitar-te por palavras tão lúcidas e oportunas.
É que estás mesmo de parabéns!!!
Abraço grande.

Filipe M. disse...

Tens toda a razão, quando aceitamos a nossa sexualidade mudamos completamente. Mas nada é mais agradável do que interagir com pessoas como nós - nem tenho palavras para descrever a primeira vez em que comecei a interagir com pessoas como eu.

_Malinha viajante disse...

Parabéns pelo texto darling!! Parabéns pela coragem, eu vou continuar a vir aqui no matter what!!:))
bj grande*

Anjo De Cor disse...

Parabéns pela coragem a ti ;) és um miudo especial, inteligente, sensivel que merece ser feliz ;)
Bjs*

najla disse...

Adorei, meu querido, este texto! Simples, sentido e tão verdadeiro!
E acrescento à tua palavra "liberdade" uma outra: respeito!


Um beijo grande

im disse...

Acredito na liberdade e no respeito...Acredito que mentalidades pequeninas que julgam os outros por coisas como cor de pele, sexualidade, religião, etc. são cada vez menos! Acredito que cada um é livre de ser como é, e que a diferença que faz de nós pessoas maiores está na nossa capacidade de sermos livres e aceitarmos a liberdade do outro!

Beijos