Wonderwall



"And all the roads we have to walk are winding.
And all the lights that guide us there are blinding.
There are many things that I
Would like to say to you
But I don't know how...

'Cos maybe
You're gona be the one that saves me
And after all
You're my wonderwall."




Há músicas que significam momentos, que unem os seus protagonistas e propõe sentimentos. Sentimentos sem tempo, guardados na memória sem retia de envelhecimento. Porque, no fundo, quem o era ontem não o deixou de ser hoje.
Hoje foi um dia de nostalgia em que o rádio foi tocando velhas conhecidas... E aí descobri duas ironias: fazemos de certas músicas marcas de um tempo na nossa vida, mas essas músicas são intemporais. Fazemos delas marcas de um tempo que não volta, mas que é tão vivo como nós próprios. Porque esse tempo não acabou, esse tempo e tudo o que ele guarda, é parte de nós. Acompanha-nos. Essas músicas cantam-nos...


É um texto pobre, mas enfim... Melhores virão.

16 comentários:

Rita disse...

Está muito bonito o texto... Acredita, há músicas que marcam mesmo momentos especiais... Basta começarem a tocar as primeiras notas para sermos imediatamente transportados para aquele tempo...

Ai ai a nostalgia :) beijinhos*

Lize disse...

Primeiro, a falta de inspiração anda a passar de blog em blog. :P Andamos quase todos, uns mais outros menos, em baixa de inspiração.
Segundo, não acho que o texto seja pobre... Quanto muito é diferente, com menos adjectivos, mas eu gostei. E amo a música. E concordo com o que disseste.

"Porque, no fundo, quem o era ontem não o deixou de ser hoje."

E isto, é tão verdade, e tanta gente se esquece, que dá logo um brilho enorme ao que escreveste. :)


Beijocas

sweetie disse...

Essa é a melhor música de sempre.. essa é "a minha música" =) *

Ana Jorge disse...

Adoro a musica. E ando um bcd traumatizada c musicas especiais que marcam momentos... lol
Poruqe como dizem os Deolinda "a saudade é um castigo"..

DESESTRESSA MANO disse...

musicas marcam mesmo, quase todos os momentos tem trilha sonora, é incrivel o poder dela.



obrigado pela visita e comentario em meu blog volte semrep sera bem vindo

abraços e sucesso

Alguém disse...

Não está nada pobre! Nadíssima! Fizeste-me pensar. Também me acontece estar quietinha a ouvir rádio e aquelas que vão passando me fazer lembrar momentos... :)

beijinho

Isa disse...

As músicas, os momentos que nos inspiram... o som, as melodias, as lembranças.. o reviver.. e principalmente, viver o momento..:P

kiss*

Tiago disse...

Pobre? Eu acho exactamente o oposto! É um texto muito rico porque fala dos sentimentos que a musica nos faz relembrar... e a musica tem de facto esse poder!

Paulo disse...

pelo contrário, é um texto riquíssimo! o tempo passa, mas tem a incrível capacidade de nos marcar e portanto permanece em nós e a música é só uma forma de nos fazer recuar.
quando aos dias, venham melhores, pois então!
abraço

Salto-Alto disse...

Também gosto muito da música! Os meus mais sinceros parabéns pelo texto querido! Está lindo!!!

Ci disse...

Não acho pobre,pelo contrário...acho k é algo c k td a gent s identifica!=)

Miguel Barroso disse...

Gosto dessa música.

PS - nenhum texto é pobre quando é sentido

Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

DESIRE disse...

A música é realmente parte de nós!

Beijos prometidos

_Malinha viajante disse...

Estou completamente de acordo...aliás também já fiz um post sobre isso!!:))
bjs
_malinha

Cathy Oh disse...

Gostei imenso da mudança aqui pelo teu espacinho! =)
Esta música é tão bonita! Já ouviste a versão do Ryan Adams? De chorar por mais!

E o texto, apesar da falta de inspiração, está fantástico"

Vai passando no meu!

Um beijinho*

LP disse...

E o mais interessante é que nos vamos 'descobrindo' em pequenos versos de várias músicas!

Beijinhos