Brainstorming 2008: Música

Na sua alvorada, 2008 era anunciado como um ano destinado à grandeza. Previam-se grandes regressos, lutas acesas nos topos das paradas musicais, esperavam-se grandes hit's e quedas de recordes, esperavam-se entregas de prémios repletas de glamour e de grandes nomes.
No início, tudo parecia confirmar-se: Amy Winehouse ganhara categóricamente nos Grammy, batendo Kanye West que mesmo assim dominou no Rap, Mariah Carey ultrapassava e apoderava-se dos recordes de Elvis Presley na Billboard, Leona Lewis fazia furor na europa e preparava-se para os EUA, Madonna e Janet Jackson juntavam-se às duas anteriores "Divas" e levavam os top's mundiais ao rubro. Rihanna e Chris Brown eram os restantes artistas sensação.
À primeira vista, 2008 foi um ano fantástico. Mas só à primeira vista, porque depois tudo esfriou. Gelou até. Os restantes "cameback's" nunca aconteceram, as ditas Divas não tiveram mais trabalhos dignos de registo, apareciam novidades musicais que nem chegavam muito longe a nível comercial nem tinham críticas brilhantes, e a cena mainstream encheu-se de artistas de qualidade dúbia como Jonas Brothers, Miley Cirous ou mesmo Katty Perry. As entregas de prémios ou jogaram sempre pelo politicamente correto, conveniente e seguro ou tentaram em vão ser mediáticas e nomear fantasmas.
Aqui vão os mais marcantes de um ano bipolar...



Novo Artista no Ano:

É a nova "golden troat" do mainstream. Leona Lewis tem uma capacidade vocal incrível e capaz de, a médio ou longo prazo, ombrear com artistas de valor reconhecido como Mariah Carey, Whitney Houston ou Aretha Francklin. Mas isto só acontecerá se a menina se tornar numa mulher, ganhar personalidade e deixar de fazer aquelas correrias na escala musical sem interesses interpretativos.
Para já usufruiu de uma certa sorte, uma vez que os produtores acertaram em cheio naquilo que o mainstream pedia ao mandarem uma balada forte, com nuances 90's e uma grande voz a cantar sobre uma perda amorosa. Mas nem sempre será assim...
"Bleeding Love" foi o single do ano, "Spirit" um dos mais bem sucedidos álbuns Pop. Merece o título e é, mais do que grande voz, a maior promessa para os próximos tempos na história da música.
Menções Honrosas: Duffy, Adele, The Thing Things, Lady Gaga, Colbie Caillat e Katy Perry.



Artista Masculino do Ano:



O sector masculino viveu um dos seus anos mais melancólicos e pobres, até. Dos vários estilos, nenhum dominador saiu. Mas Lil Wayne tem os seus motivos para aqui estar: tem um dos singles ("Lollipop") e álbuns ("The Carter III") com maior sucesso comercial e crítico no corrente ano, é uma escolha coerente com a imagem de um domínio (ainda?) ténue do Hip-hop na actualidade e foi o maior nomeado para os Grammy, de resto o maior ponto de desempate a seu favor...


Menções Honrosas: Chris Brown, Kanye West, Ne-yo, Robert Plant, Usher, TI.



Artista Feminino do Ano:
(empate)

Não bateu recordes. Do seu actual trabalho, o maior single ("No One") e o próprio álbum ("As I Am") já são de 2007. Os singles de 2008 fizeram pouco furor comercial mas a sua qualidade ainda impressiona os críticos e faz dela a grande figura da renovação do R&B. Para além disso, foi a grande estrela das inúmeras galas de entrega de prémios, onde dominou, à (grande) excepção dos Grammy em que, inclusive, foi excluída no Álbum do Ano, quando todos apostavam em si.
Alicia Keys teve um ano estranho, em que tanto brilhou como foi ofuscada. Mas fez melhor do que a maioria e está aqui com grande mérito, num sector feminino que teve um ano de cortar a respiração.

Mariah Carey tinha uma grande pressão sobre si em 2008: corresponder às expectativas deixadas pelo gigante "The Emancipation of Mimi". E na maioria dos capítulos conseguiu-o: teve mais um single e um álbum no número 1 da Billboard, ultrapassou Elvis Presley e passou a ser a artista a solo com mais números um e semanas nesse mesmo posto na maior tabela de vendas dos EUA. "Touch My Body" foi, para o bem e para o mal, um dos singles mais badalados do ano. O sucesso do seu álbum "E=MC2" abraçou ainda o Japão, o Canádá, a França, e muitos outros países, mas ficou longe do anterior. Mais: À semelhança do que aconteceu no passado, sofreu com a promoção e a escolha dos singles, o álbum perdeu força e saiu das várias entregas de prémios de mãos a abanar. Os Grammy, que sempre insistiram em não a premiar, não perderam a deixa e das 10 pré-nomeações deram-lhe uma na categoria... Gospel (?).
Artista Feminina do Ano com grande mérito, pela capacidade de (uma vez mais) ultrapassar grandes nomes e caminhar para o estatuto de lenda.

Menções Honrosas: Leona Lewis, Madonna, Ammy Winehouse, Beyonce, Rihanna.



Melhor Grupo ou Colaboração:

São uma escolha mais do que óbvia. Têm o álbum (Viva La Vida or Death and All His Friends") que melhor conseguiu balançar o sucesso comercial com o da crítica, têm dois singles de referência ("Violet Hill" e "Viva La Vida"), foi o único acto musical capaz de fazer um verdadeiro furor na segunda metade de 2008 e são uma aposta segura. Com um som ímpar, os Coldplay há muito que se assumem referência da cena Rock da última década e este ano não fizeram por menos. Foram vencedores na maioria das últimas entregas de prémios e são dos mais nomeados para os Grammy, os únicos a conseguirem tal proeza. A banda do ano e um dos maiores actos de 2008.

Menções Honrosas: Stand Up to Cancer, Kings of Leon, Maroon 5, Sugababes, Alicia Keys ft. Jack Stripe ("Another way to Die"), TI ft Rihanna ("Live your life").


p.s.: Lista dos 15 singles do ano, no final da página no "music player".

9 comentários:

Ci disse...

O k m deixa mais feliz no meio disso tudo,é mm a "minha" Alicia!Dpois d tanto tempo sem lhe reconhecerem valor,as pessoas finalmente acordaram!=) (aki em Portugal,axo k foi preciso uma musica dela ir parar aos morangos pa tds perceberem o k ela vale!)enfim...

Ci disse...

D tds,o k m deixa mais feliz é a Alicia!=) Depois d tanto tempo d sucessos,foi preciso uma musica dela aparecer nos morangos para os portugueses perceberem k ela é uma optima artista!Enfim...a cultura musical em Pt ainda deixa mt a desejar!(esta é a 2a x k escrevo este comentario!=P)

Precious disse...

Para mim este ano, a nível musical, não foi espectacular. Mas isto a nível de musicas comerciais porque eu fui capaz de descobrir umas pérolas interessantes bastante interessantes, entre os quais: ray lamontagne, vampire weekend, scouting for girls...

Acho que a Leona Lewis tem grande potencial mas não sei até que ponto se destacará por muito mais tempo, isto porque acho que não há nada de extraordinariamente novo nela (e sabemos que neste mundo às vezes nem sempre a qualidade garante sucesso). Continuo a adorar a Alicia, essa mulher sabe o que faz e apesar do Cd não ter sido um sucesso estrondoso mostrou coerencia e qualidade.
Como fã de Coldplay adorei este CD. Acho sinceramente que, depois do Parachutes (o primeiro cd deles) este é o melhor trabalho deles, voltaram às origens!

e pronto, senti-me uma critica mesmo sem ter competencias para tal lol

beijoo *

Isa disse...

Grande Leona... fantastica msm !

Gostei dos post's... original ;)

Good year 2009 ;) *

Tiago disse...

Concordo contigo quando dizes que não houve grandes actos durante este ano (à excepção dos Coldplay). Estava à espera de um ano em cheio, mas tal não se revelou... mesmo assim acho que não foi um ano mau. A minha lista (que pus no meu blog) é um bocadinho diferente mas gostei da tua lista também =)

PS: Gosto do novo look do blog =)

Paulo disse...

humm, acho que não ando muito por estas áreas musicais, mas lá está é por os gostos serem diferentes que o mundo não tomba. gostava de fazer balanços destes, mas confesso que não tenho tempo e perdi a paciência, embora goste de observar os gostos dos outros!

R'N'B WM disse...

concordo nalgumas coisas mas não em todas...
Isto é mesmo a tua opinião certo?
É porque embora não goste mesmo nada da Britney Spears ela foi considerada o melhor regresso do ano... E a artista mais procurada etc, nem falas nela lol (nem me importo :P)
Depois a melhor colaboração do ano foi em inicio de 2008 os Maroon 5 com Rihanna, mas mudou e a melhor colaboração de artistas a solo foram mesmo o T.I. com Rihanna...
Para mim melhor artista que a Leona é a Duffy, muito melhor voz e melhor música...
Artista do ano Alicia Keys? A Mariah ainda fez qualquer coisinha de jeito em 2008 agora os singles de Alicia em 2008 nem aos primeiros lugares chegaram lol
A única coisa mesmo evidente e que concordo e o artista masculino do ano :)
Mas melhor este Kanye West do que Chris Brown...

Fica bem, Bom 2009

R'N'B WM disse...

Pois não temos mesmo a mesma opinião não... a Beyonce regressou em Novembro queria ser nomeada? Depois a Mariah Carey foi falada, nem foi muito no inicio do ano... Depois estás a dizer que sou comercial não é disso que se trata? Tu não falas que é só uma opinião tua, também falas em vendas e em sucesso e nalguns estás errado... Só um aparte considerado Artista Revelação é a Katy Perry... A britney não teve sucesso? Andas muito apagado deixa que te diga... eu não gosto dela mas foi a principal concorrente frente ao Disturbia de Rihanna... quem não conhece o Womanizer? eu preferia não conhecer, e ela foi nº1 na Billboard como não vendeu bem? Pode não ter sido a melhor mas nem a mencionaste... Não mesmo, Colaboração, banda claro que não, mas colaboração a melhor do ano foi de Rihanna e T.I., podes ver na Wikipedia, e em sites de T.I. já não digo o oficial da Rihanna, porque é pago... Não estou a ser parcial pois sei bem que a Rihanna é boa e tu também sabes, ou então andas a ler pouco e a ver pouca TV... Já a Mariah nem todos os anos pode ser bem falada não é? Lá teve o sucesso de Touch My Body mas e pó resto do ano? eu vi mais um clip, mas no vh1 nem na MTV saiu... Ah! com, o T.I. tambem mas nem nas tabelas mais importantes entrou... a melhor colaboação de T.I. foi com Rihanna, foi o single que mais vendeu. Eu movo me pelas vendas de albuns singles e principalmente pela Billboard, que acompanhei sempre... Já tu estás a dar artista do Ano a Mariah Carey? e ainda por cima empate... isso e uma parcialidade tua, desculpa bacano mas é verdade... mas não penses que não gosto da Mariah...quer dizer não gosto muito mas é melhor que a Brit e a Beyonce XD... Só que artista do ano? Muito longe disso...

Fica bem :)

sandra caravana disse...

nunca tinha gostado de coldplay, mas de facto este album deixa quelquer pessoas apaixonada...