Saturday Night Sessions with... Sete!


VI



A realidade da vida mostra muitas vezes que muitos sonhos são meras ilusões. Pensas da mesma maneira?
Sobre isto eu poderia escrever linhas sem fim... Sobretudo porque eu vivo tanto de sonhos como de desilusões. Mas, abreviando bem os sentimentos e os acreditares, acho que, no final das contas, as ilusões sempre o foram. Assim como os sonhos. O problema é que o limite entre ambos é muito ténue e nem sempre queremos dar ao imaginário o nome certo. Mais: os céus debaixo dos quais vivemos não nos dão os mesmos horizontes... 

O que é, para ti, a morte? 
A morte, esse conceito que tanto povoa o imaginário humano e que tantos faz temer, não é para mim mais do que um fim e um início simultâneos. Não acredito em vida, acredito em vidas. Passadas e futuras. E as pessoas que mais amo ou amei tanto quanto cada desconhecido com que me cruzei numa rua e hora qualquer, todos eles eu verei de novo. A morte trazer-me-à um infinito de conhecimentos e uma preciosa oportunidade. Mais uma. Nem que seja a de viver somente, mas viver, viver de novo.


O amor reparte-se em etapas ou é um conjunto de tempos infinitos?  
Não tenho mais paciência para reescrever a resposta a esta pergunta. Directa e sucintamente, acho que ainda sou muito novo de coração. Mas posso garantir que mentiria se escolhesse qualquer uma das duas hipóteses. Ou mesmo ambas. Porque na minha inocência, ainda acredito que o amor não se define. Ou, pelo menos, não podemos definir mais o amor do que o quanto ele nos vai definindo. Talvez o amor não se parta nem reparta. Talvez não tenha mais etapas do que as fases pelas quais passamos. Talvez infinito seja apenas ele e nunca os tempos que tentamos aprisionar. Talvez...


"InSides" é uma visão de ti: para ti ou para os outros?
O "InSides" é, acima de tudo, visões. Visões minhas que surgem como se houvesse um mesmo prisma sob o qual olham diferentes partes de mim, em diferentes direcções e com diferentes vontades. Visões vossas que encontram a minha e sempre lhe acrescentam algo mais. Que a engrandecem. O "InSides" é uma exposição do interior. Do meu e do teu.


Pergunta cinzenta: 3. Se tivesses que escolher um momento da tua vida, qual seria e porquê? 

8 comentários:

pinguim disse...

Respostas inteligentes para questões inteligentes...
Abraço a ambos.

Sofia disse...

Na minha opinião, são muitas vezes os nossos sonhos e ilusoes que nos impulsionam a fazer determinadas coisas. Eles sao sem duvida bastante importantes para o nosso desenvolvimento. E sonhar, de vez enquando, nunca fez mal a ninguem :)

Beijinho*

Se7e disse...

o phá..... adorei!!!!!

e pensava eu que a pergunta cinzenta seria a da morte....

abc ;)

Astrid disse...

:) Eu disse que era um produto líder de vendas... :)))

Beijos, flores e estrelas *****

Malinha viajante disse...

Gostei muito destas perguntas e as respostas estiveram mesmo à altura ;)
bjs

Paulo Sempre disse...

«O "InSides" é uma exposição do interior»
Há tantas anologias de nós por ai...

Bom Blogue!!!
Abraço

Paulo

nuvem disse...

Surpreendo-me sempre quando te leio. Podes ter um coração jovem, mas também é sábio. E grande. Cheio de caminhos por desvendar. Não se encontram muitos assim.

Beijos

Luis Baptista disse...

Sempre com profunda sensibilidade.
Gostei da abordagem ao amor particularmente.

Um abraço!