Crónicas tardias dos assuntos paralélos da época de festas

Ida a época de festas e o seu frenesim sufocante, há agora tempo para actualizar o "mundinho". Não sei se será boa opção fazê-lo com um texto relativo ao ano que acabou de nos deixar. Não sei se será essa a melhor maneira de traduzir a moda das "cuecas azuis" para o mundo dos blogs. Mas, azuis ou não, aqui ficam algumas considerações sobre os últimos dias do mês de Dezembro...


I - Natal

Bem, o Natal deste ano foi bastante bom. Ao entusiasmo com que colori a data este ano, por razões várias, juntou-se uma qualquer conspiração dos astros para que tudo corresse bem. Até a igreja deu uma prendinha: a diocese do porto publicou a sua mensagem de Natal no youtube. Pugnando que vivemos num país democrático e livre, esqueceu-se de permitir avaliações e comentários para além de que viveu anos a punir a tecnologia em geral como pecaminosa...
O jantar foi bastante bom e teve algumas surpresas (como a tagarelice do meu tio, que veio substituir a sua secular mudez), mas sem nenhuma piada que suplantasse a melhor do ano passado. Assim, aqui fica essa lenda:


P: Marlene queres queijo que eu vou-te ao c* e não te aleijo?
R: (com um ar desolado) Olha, quando encontrares essa receita mágica avisa...


Como vêm, a veia poética e educada não é propriamente genética. E vá-se lá saber o que anda certa gente a fazer com o queijo... Que o queijo não lhes suba à cabeça, é só o que peço...
Já agora, porque é que o prato típico português, com o seu produto norueguês, nunca perturbou os mais nacionalistas? Não, não tenho quaisquer quezílias com o bacalhau...



II - Passagem de Ano

A passagem de ano foi por mim vivida intensamente. Ao entusiasmo juntou-se a esperança de melhor e o alivio causado pela simbólica ida de 2008. O jantar também foi bom, e o bacalhau voltou a estar presente. Mas o melhor foi mesmo o findar da noite numa estação de serviço a ver o educativo e familiar filme da SIC. Sim, porque os senhores trabalhadores do Burger King, pela hora que era, já precisavam de algum ânimo...
Não, não fui para discotecas nem me deitei tardíssimo. Se algum de vos o fez, não condeno, mas pessoalmente não gosto. É uma noite em da ocasião se faz desculpa para os vários exageros.
Também durante esta semana a ofensiva israelita continuou. Não conheço muito sobre o caso e pela poluição informativa e contra informação que existe, nunca me aventurei a estudar mais um pouco. Mas, pelo menos para mim, ocidental, com a época festiva como pano de fundo, senti-me algo incomodado.
E nada como o Obama escolher Aretha Franklin para cantar na sua tomada de posse depois de Beyonce se ter oferecido publicamente... Resta saber se Aretha cantará de novo "Touch My Body" da Mariah Carey, à semelhança daquilo que tem feito nos últimos concertos. É que "/throw me on the floor/", entre outras frases, serão um bocadinho descabidas para as pesadas curvas da senhora (que de magreza nunca teve muito), além de que a idade não perdoa...




III - Desafios
Desculpem-me Carlitos e André, agradeço muito lembrança mas o desafio que me propõem já foi por mim respondido. Aqui!
IV - Neve
Sim! Aqui também nevou... e muito! Foi a primeira vez que vi! Adorei! Eram bocadinhos de nuvem caídos do céu...

7 comentários:

Anônimo disse...

WHAT????????
Quem te deu autorização para publicar essa lenda de Natal tão pouco virtuosa? E já agora, convinha explicar que a autora de tão pecaminosa questão foi a tua mãe!
E sim, a minha resposta foi um máximo, mas enfim...é o preço a pagar pela sinceridade. LOL
Quanto à tagarelice do teu querido tio, ele às vezes tem destas coisas, deve ser da medicação (?).
Passagem de ano em grande na área de serviço, filmezito da playboy em grande estilo e a nossa cara de medo ali no meio entre uns a falar de carros, e outros a babarem-se para o ecrã.
Medo........muito medo.......
Mas foi tudo pelo melhor.

Last but not least : HaPPy BiRThAY!!!!

LOVE U*

P.S.- estou a ponderar um processo por andares a revelar as nossas private jokes a terceiros. Acho que nem deve estar nos tipos legais previstos, mas eu arranjo alguma coisa pra te tramar!!! Ehehe...

Isa disse...

Ontem aqui tb nevou ;D
Mas hoje apenas resta um frio tremendo... bah!!!

Beijoca*

Girstie disse...

Agora que as festas passaram já n tens é desculpas para n voltar a escrever muito por aqui :)

Salto-Alto disse...

Gostei imenso de ler o teu relato das festividades! :)

Ainda bem que tudo correu bem e que te divertiste muito, é o que mais importa!

Beijocas grandes, é bom ver-te de volta! :)

Jessica Smith disse...

Passagem de ano numa estação de serviço?! lolol Mas temos de admitir que foi invulgar. Comer as passas no Burger King é indubitavelmente original!

A Falhada

Minhoca disse...

O mais importante é que te tenhas divertido:)

E olha eu queria muito ver, mas cá não nevou :( snif snif

Mary disse...

Loolololol estou a ver que esse tipo de jantares é "divertido" não sei porque mas parece que estou a reflectir o meu jantar de natal e de passagem de ano no teu post lolololol...
Mas pronto à coisas que jamais conseguiremos mudar.
Quanto ás saidas de passagem de nao, confesso que também não sou adepta... excesso de exageros mesmo, existem pessoas que parecem que não sabem estar, quer ou não acaba sempre por nos influênciar um pouco ou porque não nos sentimos à vontade ou porque tememos algo que isso aconteça.
Quanto á roupa interior azul... confesso acho o maior piadão aquelas "cuequinhas e/ou boxeres" em azul mas com o desenhinho da garrafa de champanhe a desejar um bom ano lololol só inventam...
Super beijinho ;)