Um pequeno aparte



"Quando é amor, o sentimento é o mesmo quer seja um rapaz ou uma rapariga.
O amor não discrimina, é incondicional
."

Tila Tequilla
"A shot at love with Tilla Tequila 2"
Último episódio.


Certas causas estarão sempre presentes neste blog. Porque a luta que fundamenta essas causas, também é uma luta minha. Sobretudo por experiências pessoais e princípios de vida.
A vida privada é para manter privada. Sem dúvida. Mas privacidade e medo não devem nunca coexistir. E a igualdade perante orientações sexuais diferentes ainda é um mito em Portugal.
O que por ora acorre no nosso "país à beira mar plantado" é a afirmação de uma abertura de mentalidades que pretende elevar esse mito a patamares maiores de realidade. E começam a haver personagens desta história de mudança, vozes e caras para esta luta.
Desculpem-me certos "bloguistas" por escrever a despeito das suas opiniões, mas democracia é mesmo isto. De lembrar que na velha tríade fundadora dos Estados de Direito democráticos e livres, ainda que em princípio, existe o termo fraternidade. E ser fraterno não é só tolerar. É respeitar acima de tudo.
E é precisamente esta democracia que joga contra vós...

17 comentários:

Anjo De Cor disse...

Tens razão, mas vivemos num mundo confuso, hj em dia as pessoas tem poucos principios e creenças dai existir tanta preocupação pela vida alheia, falta de respeito e pouca tolerância ...
Bjs**

Fênix disse...

Gostei.

Completamente de acordo. Infelizmente isso é bem verdade, como diz a querida"Anjo de Cor", falta de respeito e pouca tolerancia....

Abraço Amigo



Fênix

Salto-Alto disse...

Hehe, muito bem dito, sim senhor! ;)

Nunca a discriminação pode ocupar um lugar cimeiro nos princípios e valores de um país!
Aproveito para agradecer as visitas e os comentários no meu blogue! Espero que tenhas gostado!

Eu gostei imenso deste teu espaço. Voltarei, sem dúvida! :)

Beijocas!

Lua disse...

Gostei!=)

*

[In]satisfeita disse...

Muito bem!

Lita disse...

E disseste tudo.
Subscrevo.:)

Rita disse...

Muito bem.

Que imagem linda!! E o texto gostei muito também. Sou contra qualquer tipo de discriminação. A orientação sexual de cada um não me diz respeito. O que me diz respeito, sim, é a personalidade das pessoas com quem lido. Há que haver respeito, sempre. Independentemente de tudo. A orientação sexual nem devia ser tema. Devia ser um dado adquirido que qualquer um pode escolher o que mais bem entender para a sua vida. Mas o nosso país não tem mentalidade para isso. Será que algum dia terá? Beijinhos

Jessica Smith disse...

Concordo completamente contigo! Os portugueses têm uma grande dificuldade em imaginarem qual será a óptica de uma pessoa numa situação diferente. Por outras palavras, partem do princípio de que tudo e todos os que sejam diferentes são abomináveis.

Cá em casa há muitas discusões alicerçadas neste tema: a minha avó dá para os dois lados (como ela diz, "não tenho de querer sempre uma espada, também posso gostar de um escudo de vez em quando") e os meus pais tendem para a homofobia, infelizmente.

A Falhada

Isa disse...

Mas que bem escrito ;D

Stay cool...

Alguém disse...

Concordo! Respeitassem sempre e isto já tinha evoluido muito mais!

beijinho

precious disse...

se no século XXI ainda não ha igualdade de oportunidades entre mulheres e homens, muito menos haverá para tudo aquilo que possa fugir ao estabelecido como 'normal'. A verdade é que vivemos num mundo em que supostamente somos todos liberais e mentes abertas e respeitadores do nosso semelhante, mas a verdade é que, no fim de contas, continuamos todos com os nossos preconceitos.

Como diz um professor meu, a questão não é termos que amar toda a gente, termos que gostar de todas as diferenças (culturais e sociais) que existem, mas sim saber viver com essas mesmas diferenças, sem nos anularmos a nós ou a elas.


desculpa o testamento, mas este post puxou por mim (:
beijinhoooo *

R'N'B WM disse...

eu via a tila tequila xD
so um aparte xD
pois acho que tens toda a razao
os sentimentos nao deviam ser descriminados
devia acabar o preconceito de vez

fica bem

pedropina disse...

estou ctg!
love has no color, gender or race!

estou ctg!

abraço grd, pp

precious disse...

sr nelson fique a saber que foi desafiado no meu blog! :D

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

People hate seeing things that are different, that mean they have to face a change in their lifes and their strict concepts of it.
It's a pity... I am not gay, but I am black. I am not black, but I am not white. I am not white, but I am not dark. Who am I? And do I really need a stamp about it?

Beijo meu ♥,

A Elite

The Queen disse...

wow, muito bem dito! concordo plenamente... É nestes assuntos, que vemos o quão retrógrada a nossa sociedade é :s espero que cada vez mais, as pessoas abandonem este tipo de preconceitos, o que interessa é a personalidade, não a raça ou orientação sexual... Beijo*** bom post!

António Sengo disse...

bem, não gosto muito de debater este tipo de tema, no entanto queria deixar um pequeno comentario não ao texto em si q está fantástico, mas sim ao mito urbano (se assim se lhe pode chamar) que aqui se instalou de que só em Portugal é que há gente retrógrada. Meus amigos, há em todo o mundo, Portugal por ser um país geograficamente cndicionado não tÊm que ser obrigatoriamente atrasado! Pode ser q seja a única realidade que conhecem, mas pf, frases de indole pejorativo deste género é que não, ainda por cima neste tema que até estamos demasiadamente bem, uma vez que a história prova q para mudar mentalidades são precisas 4 gerações! Alegrem-se com o q temos de bom e mantenham-no e melhorem o q há de mau, mas não critiquem, já basta o q os outros dizem, se não temos amor por nós proprios, vamos ter por quem? realmente irrita-me bastante o tipo de mentalidade "somos os piores e nunca havemos de ser alguém", é partir de um mau principio, é nascer derrotado! Desculpem a extensão do post, e aproveito para frisar que não queria atingir ninguem em especial, nem ofender os senhores comentadores, o entanto este é um assunto que me toca especialmente, a mentlidade derrotista do nosso país impede-nos, de crescer muito mais q qq outro complexo... Pelo mens é a minha opinião.